Mesmas Coisas recebe visita do cartunista Solda

O cartunista Luiz Antônio Solda visitou, pela segunda vez, um ensaio do projeto Mesmas Coisas, na segunda-feira, dia 16 de janeiro. Sorte nossa! Sua presença é quase como o Karam visitar o ensaio.
Parte da cena cultural curitibana nos anos 70 e 80 e amigo pessoal do autor de “Mesmas Coisas”, Solda não apenas assistiu os ensaios, como também trouxe colaborações preciosas para o projeto, como a lembrança de uma marchinha de carnaval criada por Karam.
Cartunista, Solda criou muitos cartazes das peças do grupo de teatral experimental Margem, além de colaborar com ideias. Solda e Karam chegaram a morar juntos na casa da tia do escritor, na Rua São Francisco. Dividiam disco, um comprava o lado A o outro o lado B. Fez até peça como ator. Numa delas fica sentado só lendo jornal.
Ele e Beto Bruel (iluminador do projeto) fizeram parte do grupo de teatral experimental Margem, onde Karam escrevia e dirigia peças. Foram dribladores dos anos de censura. Descobriram como dizer sem falar diretamente do assunto, como ludibriar os censores. Humor e crítica e sobrevivência. Vivemos dias semelhantes, talvez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*